Skip to content

Bataille: sol em Marx

18 de July de 2011

LEIA ESTE POST NO NOVO MODA ÉTICA:

http://modaetica.com.br/?p=2523

Abaixo, excertos da excelente revista Recibo 88 (p. 29).

“A Parte Maldita, precedida sobre a noção de despesa, livro do francês Georges Bataille, foi escrita entre 1930 e 1940. Ao tratar da Economia Geral, Bataille parte do princípio que

a fonte e a essência da nossa riqueza são fornecidas pela irradiação do sol, que dispensa energia sem contrapartida. O sol dá sem nunca receber (…).

Neste sentido, como explica a citação, há nessa emanação de energia um excedente e, por consequência uma perda, um desperdício natural dessa riqueza que é, por sua vez, incorporada pelas civilizações. Partindo desse pressuposto, Bataille faz uma análise sobre a Economia Geral e a noção de gasto, resultando esse excedente de energia na própria Natureza.” (Traplev e Teresa Riccardi, 2010).

Esse é um ponto de vista que dá muitas luzes para pensarmos em:

  • essência, permanência e continuidade do sistema capitalista;
  • relações entre natureza e economia intermediadas pela sustentabilidade;
  • como retribuir (gesto ético, baseado na justiça, afinal a dádiva é uma dívida) a energia da natureza de modo a beneficiar a mesma?;
  • como a Moda – setor em que algumas marcas como Gucci e Louis Vuitton possuem receitas maiores que PIBs de alguns países – se posiciona diante da ética da sustentabilidade?

Esses questionamentos demandam cuidado nas respostas, pois fixar o olhar no Sol pode cegar…

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: