Skip to content

Enchimento de paina, pena de ganso ou retalhos, ao invés de poliéster e poliuretano

22 de August de 2011

LEIA ESTE POST NO NOVO MODA ÉTICA:

http://modaetica.com.br/?p=2817

Quando eu tinha uns cinco anos, lembro que a minha mãe havia costurado um colchãozinho e um travesseirinho para a minha boneca, cujo enchimento de ambos era de paina!

Um chumaço de paina tem a consistência de um chumaço de algodão, mas as fibras são mais curtas e a porção de chumaço é maior.

Ela dizia que na roça do vô, os enchimentos dos travesseiros eram de paina – mas parece que ela teve mesmo um de pena de ganso, ou tinha vontade de ter um assim (confirma depois pra mim, mãe!). Bom, pena de ganso já era algo bem mais sofisticado – e que durava à beça, além de ser antialérgico e antiácaro.

Penas de ganso, prontas para encher um travesseiro!

 Um travesseiro de penas de ganso custa de 30 a 100 reais.

Parece que não, mas é confortável e “silencioso” (as penas não ficam atritando) um travesseiro de penas de ganso.

Fato: ao contrário da pena de ganso, proveniente de origem animal, a paina pode substituir o poliéster (do petróleo), o qual é amplamente utilizado no preenchimento de objetos. A indústria produz microfilamentos de poliéster que assemelham-se aos chumaços de algodão e paina.

Chumaço de poliéster feito na China… cof, cof, cof… condições insalubres… cof, cof, cof… gasto de recurso natural não-renovável… gasp, gasp, gasp… comércio injusto… cof, gasp, argh… exploração de trabalhadores… Ieca!

Eu tenho um travesseiro de viagem, objeto promocional, da Natura, preenchido com esses microfilamentos de poliéster.

Natura, empresa reconhecida por princípios de redução de impacto ambiental em seus produtos, preenche de poliéster um travesseiro, cuja fronha solta tinta (pigmento inorgânico) quando é lavada, manchando outras roupas… Quem diria!

Os resíduos têxteis (retalhos) também podem preencher objetos. Em geral, eles passam por uma máquina (que custa meio milhão de reais) chamada desfibriladeira, a qual corta/pica e desfia-os. A densidade é maior, não sendo indicado para preenchimento de coisas muito “fofinhas”, como bichinhos de pelúcia.

Uma almofada pode ser feita completamente de retalhos, tanto internamente (preenchimento), quanto externamente (capa em patchwork). Talvez seja o produto que mais reutiliza os resíduos têxteis. E logo a Natura perdeu a chance de fazer isso… tsc, tsc.

Eu tenho uma almofada (comprada no centrão nervoso de BH por seis reais) preenchida com resíduos têxteis (sabendo que a moda é o segundo maior setor de divisas do Brasil, perde pra construção civil, os retalhos são um dos materiais mais descartados no país). A meu ver, esse material poderia ser usado substituindo alguns estofamentos de espuma de poliuretano (petróleo…), que a indústria faz tanto uso quanto a fibra de poliéster. A questão da densidade ainda é um empecilho para essa substituição.

Este esquema de composição de espuma de um colchão utiliza diversas camadas de poliuretano. Uma delas, pelo menos, poderia ser de resíduos têxteis! A mudança de paradigma industrial começa assim, aos poucos, e informando o consumidor, claro. Ou, poderíamos preferir colchões de paina ou de pena de ganso… e criar essa demanda para a indústria.

Andando hoje por Belo Horizonte, da Pampulha à Serra, vi várias paineiras, carregadas. As painas caem no chão feito neve (o que é uma metáfora visual no calor dessa cidade), sobram nas árvores, as pessoas na cidade não sabem o que fazer com isso. Já o pessoal da roça sabe aproveitar a natureza…

Vista da janela do meu quarto, no sexto andar. A maior paineira e o maior ipê amarelo que já vi.

8 Comments leave one →
  1. ernestoa ugusto permalink
    9 de October de 2011 2:45 AM

    Olá, gostaria de comprar a paina, vcs saberiam me ajudar?obrigado

    • 9 de October de 2011 5:28 PM

      Ernesto,

      não sei informá-lo de um fornecedor… A gente colhe das árvores mesmo. Pena que acabou de passar a época da colheita.

      • ernestoa ugusto permalink
        9 de October de 2011 10:05 PM

        Obrigado pela atenção, vou ficar no aguardo da próxima temporada.

  2. Maria permalink
    30 de August de 2012 6:01 PM

    chegou a época de colheita novamente! acabei de colher painas para montar meu travesseirinho = )

    • 30 de August de 2012 8:09 PM

      Heh!! Que comentário alto astral!! =) Agora eu também animei de fazer um pra mim!! Legal, Maria! Se animar, fotografa o processo de colheita de paina e confecção do travesseiro que eu post aqui no blog como Dica sua! Bjs e boa sorte!

  3. Raony Oliveira permalink
    17 de September de 2012 5:33 PM

    Por acaso você conhece aonde consigo pena de Ganso em grande quantidade???

  4. Herbert permalink
    1 de March de 2013 12:42 AM

    Pago bem por quatro travesseirões de paina!!! Pode me ajudar?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: