Skip to content

Palavra de honra

2 de September de 2011

Breve exame da palavra que sai da boca: qual o valor da palavra em si mesmo e qual o valor da boca para fora?

LEIA ESTE POST NO NOVO MODA ÉTICA:

http://modaetica.com.br/?p=2878

Em um mundo complexo, em que acontecimentos simultâneos se sucedem incessantemente nos impelindo em direções imprevistas, em que contratos (dos registrados em cartório a um e-mail, um sms) se multiplicam para se certificar da ética de outro, manter a palavra de honra parece ser uma atitude do passado.

Bom seria desburocratizar, descatracalizar, a ética. A boa fé seria intrínseca a todos e os contratos sociais (uhmm cheirinho de Rousseau e da cultura de honra de Montesquieu) se baseariam na palavra de honra das pessoas. E assim são criadas relações de confiançasegurança nas ações das pessoas.

Honra

Para refletir:

Honra: O guerreiro tem apenas uma atitude, que é sua palavra, e apenas uma palavra, que é sua atitude. A palavra dada é a palavra a ser defendida e mantida. Seu senso de honradez é o resultado de quem ele é: as decisões que toma, e como as executa, refletem sua vida e seu caráter. Não faz promessas, o que diz, faz. O caminho da honra é sua maior riqueza, e mantém sua palavra mesmo quando sai prejudicado. (Fonte aqui).

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: