Skip to content

Dica do Ravi: Veneno Remédio, sobre as raízes brasileiras do século XXI

6 de September de 2011

LEIA ESTE POST NO NOVO MODA ÉTICA:

http://modaetica.com.br/?p=2929

Então, saí correndo pra uma reunião que não houve. Mas vamos lá aproveitar essa hora de almoço.

O Ravi (amigo querido e ex-namorado) deu a dica de um livro novo do José Miguel Wisnik, Veneno Remédio: O Futebol e o Brasil.

Fala de forma erudita sobre futebol, baseando-se em Gilberto Freyre (Casa Grande & Senzala), Sérgio Buarque de Holanda (Raízes do Brasil), Mallarmé, Mário e Oswald de Andrade, Machado de Assis, Caio Prado Junior…

80 anos depois de Casa Grande & Senzala e de Raízes do Brasil, uma leitura refrescante do Brasil contemporâneo, do ponto de vista do futebol.

Livro: Veneno Remédio: o Futebol e o Brasil

Autor: José Miguel Wisnik

Editora: Companhia das Letras

Sinopse: Lançando mão de um sofisticado instrumental crítico que bebe na filosofia, na sociologia, na psicanálise e na crítica estética, José Miguel Wisnik desce às minúcias do jogo da bola e de sua evolução ao longo das décadas. Nas páginas deste ensaio, craques como Domingos da Guia, Pelé, Garrincha e Romário põem à prova idéias sobre o país de escritores como Machado de Assis, Mário e Oswald de Andrade, sociólogos como Gilberto Freyre, historiadores como Sérgio Buarque de Holanda e Caio Prado Júnior. O futebol, em ‘Veneno remédio’, não é mero ‘reflexo’ da sociedade, mas tampouco se desenvolve à margem dela. É, como mostra o autor, uma instância em que as linhas de força e de fuga do embate social e da construção do imaginário se apresentam de modo ao mesmo tempo claro e cifrado, como costuma acontecer com as expressões artísticas.

Na moda, a gente tem que tomar cuidado com as representações da bandeira nacional, do índio (herói nacional desde o Romantismo) e das manifestações religiosas. No caso dos índios, pode dar até processo… A repetição dessas imagens também banaliza elementos de grande significado para determinados grupos sociais. É uma questão delicada.

Pensando na relação da moda com o comportamento (ora impõe, efeito up to down, ora é imposta, efeito bubble up) e considerando a relevância do futebol na identidade brasileira, talvez seja dispensável frisar a importância de se analisar a nossa cultura, no momento atual, sob o ponto de vista do futebol (coisa que Wisnik fez) e relacioná-lo com a moda, em como torná-la mais brasileira (legítima) e menos européia e norte-americana (o que ainda prevalece nas “criações” de moda, inclusive nos desfiles em SPFW e principalmente no Fashion Rio, uma cópia deslavada dos gringos).

Bolsa com campo de futebol estampado. (Ravi, lembrei da última vez no RJ. Chovia numa manhã no Arpoador e havia um “rapaz latino-americano” com uma bolsa estampada de campo de futebol, memorável; nenhuma outra se equipara. Nunca me esqueço daquela bolsa!).

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: