Skip to content

SymbioCity

8 de January de 2012

Stockholm, Sweden. Estocolmo, Suécia.

LEIA ESTE POST NO NOVO MODA ÉTICA:

http://modaetica.com.br/?p=3413

Apesar de não me recordar exatamente o nome de um evento sobre sustentabilidade que fui, anotei tudo o que Annika Markovic, então embaixadora da Suécia, falou sobre o desenvolvimento urbano sustentável.

Annika Markovic.

Aliás, vamos contextualizar que a Suécia é referência mundial em tratamento de lixo – chega a importar lixo de outros países para reciclá-lo (vide o que é feito na cidade de Boras e o que é desenvolvido na Escola de Engenharia da Universidade de Boras).

Boras, no Sul da Suécia.

Seguem aqui traduzidos alguns pontos principais da fala dela:

    • em 2030, a população mundial terá tido um crescimento de 60% (hoje nós somos 7 bilhões; vai dar uns 15 bilhões – “isso mesmo produção?”)
    • Por mais quanto tempo nós continuaremos desse jeito? Consumindo desse jeito?
    • Grandes cidades tem trânsito que levam muitas horas para que seja realizado o deslocamento das pessoas. [More em BH ou SP, com chuva, pra sentir a informação que parece óbvia, mas não é.]
    • A Suécia mudou problemas como esse do trânsito.
      • anos 70: a maior parte do país dependia de óleo/pretróleo; nadar e pescar era proibido, devido a poluição
      • 1972: surgem novas formas de resolver os problemas ambientais
      • 1999: a economia cresceu com as mudanças no gerenciamento ambiental

E então, ela apresenta um conceito fundamental para essa mudança de paradigma:

SymbioCity (o site tem um software bem legal!)

Download aqui informativo em português sobre SymbioCity

SymbioCity, sustentabilidade nas cidades suecas, aplicável a outras cidades do mundo.

    • sustentabilidade para as cidades, desenvolvido na Suécia e aplicável a outras cidades do mundo
    • holístico, considera o todo
    • a 1ª ambição foi o desenvolvimento urbano sustentável
    • antes, os problemas das cidades eram analisados isoladamente, como energia, transporte, tratamento de lixo, tratamento de água, arquitetura e urbanismo, etc.
    • a solução foi combinar os problemas e as soluções
    • dessa combinação, vem o nome symbioses – na Biologia, simbiose significa uma relação vantajosa para pelo menos um dos organismos
    • Primeiramente, identificaram quais eram os stakeholders públicos e privados
    • Depois, fizeram essa análise dos problemas conjuntamente, e promoveram uma boa solução combinando ao menos dois problemas [veja o encarte disponível para download pra entender melhor]
    • os resultados alcançados foram:
      • redução de 50% na degradação do meio ambiente
      • redução de 50% na eutrofização
      • redução de 45% no nível da camada de ozônio
      • redução de 40% do consumo de água
      • redução de 60% das emissões de CO2
      • antes consumiam 80% de combustível fóssil e passaram a SOMENTE 03% DE USO DE COMBUSTÍVEL FÓSSIL

Annika diz que tem trabalhado duro para colocar o Brasil no mapa do programa SymbioCity. Cidades de outros países, como Russia, África do Sul, Candá, Índia e até a China (!!!) já aderiram… Mas o Brasil… ai, ai… Melhor falarmos da Majestade Silvia, que tem família brasileira e cresceu em São Paulo, mas foi ser Rainha da Suécia.😉

Princesa Magdalena (de azul), ao lado da mãe, Rainha Silvia.

Rainha Silvia da Suécia, modelo de elegância de um país modelo para o desenvolvimento urbano sustentável.

Contato no Brasil 

Culture and Press Officer at Embassy of Sweden in Brazil

Pierre Liljefeldt

+55 (61) 3442-5214

Pierre.Liljefeldt@foreign.ministry.se

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: