Skip to content

Governo Federal + Moda Ética + Política Nacional de Resíduos Sólidos + Logística Reversa + mudança de comportamento do consumidor

18 de January de 2012

Eu “posando de açucareiro” e “fazendo uma fala” sobre Moda Ética no 1º Simpósio de Pesquisa e Extensão em Design (Simpex). 

 

 

Recentemente, quando estive em Vitória-ES (1º SimpexUniversidade Federal do Espírito Santo) dando uma palavrinha sobre Moda Ética, uma das pessoas da plateia me fez a seguinte pergunta:

 

LEIA ESTE POST NO NOVO MODA ÉTICA:

http://modaetica.com.br/?p=3401

De que forma o Governo Federal pode promover a Moda Ética? Para haver ética na moda depende do governo ou mais do consumidor?

Eu lhe havia explicado que na moda nós temos dois movimentos mais fortes que pulverizam uma estética de moda e um comportamento/modo, up-to-down (também chamado de tricle-down, de cima para baixo, isto é, dos desfiles, editoriais e it-personalidades para o povo) e bubble-up (emerge das ruas, ex. contracultura, e é assimilado pelo high-end).

Assim, a promoção da moda ética depende mais do consumidor, implicando em um direcionamento de mercado. Afinal, se o consumidor não quer moda ética, pra que as empresas vão produzir? Essa questão é bem elucidada por Lipovetsky em Felicidade Paradoxal, mencionando que essa é uma mudança de comportamento consistente, bem como por Manzini e Vezzoli, ao delimitarem o cenário hipercultural, em que as pessoas buscam reduzir seu consumo e preferem produtos que sejam éticos com o meio ambiente e sociedade.  Mas, e o Governo Federal? Em 02 de agosto de 2010, começou a valer  uma lei que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos – que, sei lá eu porque, a mídia só foi falar mesmo no final de 2011…

Você, empresário de moda, fique atento! Essa lei criminaliza as empresas que não gerenciarem seus resíduos sólidos (= lixo, como retalhos, etc.) de forma a minimizar o impacto ambiental.

Download aqui cartilha sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Anedota: neste momento estou lendo o livro “Logística Reversa” do principal articulador dessa lei, o Paulo Roberto Leite. E, bem, um jeito de gerenciar legal (nos dois sentidos) o lixo é por meio da logística reversa – o que mais tem me fascinado nesse mestrado em Engenharia de Produção (UFMG), em que eu mais estudo por minha conta….  Leia aqui post que escrevi sobre o livro Logística Reversa.  Seja como for, a mudança do paradigma da ética da sustentabilidade somente se dá nas empresas por duas forças motivadoras principais: o mercado quer e/ou o governo obriga. Mas, no melhor dos mundos, o paradigma mudaria por uma nova filosofia da empresa, que visaria a produtos e produção éticos.  Em todo caso e resumindo a ópera, finalmente o Governo Federal tem um jeito (= lei) para promover a Moda Ética.  Pois que vigore!

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: