Skip to content

Recado para Agreen e qualquer outra marca que queira vincular seu nome nos comentários

4 de April de 2012
Agreen: keep out deste blog!

Agreen: suas ações são MUITO questionáveis do ponto de vista da ética da sustentabilidade e da ética comunicacional.

LEIA ESTE POST NO NOVO MODA ÉTICA:

http://modaetica.com.br/?p=4104

Até hoje, moderei 6.111 comentários (há apenas 204 comentários aprovados) como spam, provindos de troll, de gente que não acrescenta nada ao post e de marca que procura se promover mencionando si mesma nos comentários. Como foi o caso da Agreen, com em torno de 10 comentários em um único dia “babando ovo” nos posts, de modo a mencionar que a marca concorda com tal assunto ou apoia tal coisa, simplesmente para se posicionar como simpática e “quiçá” subir nas estatísticas do Google.

Seguinte: moderei tudo como spam. Não percam seu tempo aqui. Não existe publicidade gratuita aqui, de nenhuma forma, direta ou indireta. Se eu falo bem de algum aspecto de qualquer marca/empresa aqui é porque isso expressa minha visão.

Quando o comentário do leitor é muito bom, ele vira post neste blog. Mas em geral, quando algum leitor tem algo importante a me dizer, parte dele me enviar e-mail ou mensagem no facebook – tem sido assim há anos, toda semana (e se o assunto promete nos render algum negócio, parceria ou mídia, desvinculada deste blog, eu passo meu celular e nós desenvolvemos melhor a conversa). O resto dos comentários, é resto mesmo e vai para a lixeira. Mas o perfil do leitor deste blog não é de ficar comentando simplesmente por comentar, para aparecer, para concordar meramente. Tá cheio de blogs por aí que tratam a ética e estética da sustentabilidade de forma “profunda como um pires”: vão comentar neles, vão se associar a eles. Aqui, não.

Aqui, Agreen, eu vou perguntar sobre a ética da sustentabilidade de seu novo projeto social, “1:1”, acrescentando minhas perguntas em verde às FAQs que vocês já disponibilizam em seu site:

DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE O PROJETO.

1. Afinal, como é a camiseta que nós doamos?
– As camisetas doadas NÃO são as mesmas que compradas, pelo contrário, todas as camisetas que irão para doação são de cor lisa, normalmente de cor branca, seguindo nosso padrão de insumos sustentáveis (100% fibra natural e etiqueta de algodão). A camiseta é de algodão orgânico? Porque se for de algodão convencional, não há nada de ecológico – embora seja esta uma fibra natural, saibam que a plantação de algodão não orgânico:
  • ocupa uma área de 3% do globo;
  • consome 25% (uns falam em 23%) de todas as inseticidas consumidas no mundo e cerca de 10% de todas as pesticidas;
  • em torno de 160 gramas de agrotóxicos são usados para confeccionar uma camiseta que possui 250 gramas de algodão;
  • trabalham 40 milhões de pessoas nessas plantações, em péssimas condições, de extrema pobreza e insalubridade;
  • todo ano morrem em torno de 20 mil de pessoas por causa dessas plantações de algodão;
  • a maioria das plantações de algodão normal concentram-se em 22 países em desenvolvimento, como Brasil e Índia;
 
2. Legal, mas para aonde e quando as camisetas são doadas?
– Todas as peças são doadas para a Tribo Indígena de Campo Bonito, situado no litoral norte do Rio Grande do Sul, na cidade de Torres. As camisetas serão doadas quinzenalmente ou em 20 dias, variando de acordo com o volume. Como foi apurado que estes índios precisam de camisetas? Qual é a problemática do vestuário desta tribo indígena? Como a marca compreende as necessidades de vestuário dos índios? Uma campanha de doação momentânea resolve que tipos de problemas? De um ponto de vista mais antropológico, essa tribo já está inserida na cultura de vestuário do homem branco OU verificaram que ela quer assim se inserir OU a marca está direcionando essa tribo para a cultura da marca?
3. Interessante, mas como eu posso ficar sabendo ou acompanhando a ação?
– No nosso site é possível se cadastrar, e periodicamente estaremos enviando um email dizendo como anda a campanha através de flyers.  É possível também interagir conosco no facebook, lá postaremos o mesmo material que será enviado pelo site, e obviamente muito mais.
Para se cadastrar ir no “home” do site, e baixar a tela até o final, aonde terá um ícone na parte esquerda da tela indicando o cadastro. No facebook é só acessar facebook.com/agreenstore e curtir a gente.
4. Última pergunta, esse projeto é pra sempre?
– Não, este projeto tem prazo de validade. Esta ação terá duração de dois meses e meio, podendo ser finalizado entre o dia 5 e 9 de Junho. Vale lembrar que a AGREEN sempre trabalhará com projetos socioambientais em paralelo, e este está sendo o nosso segundo. O primeiro ocorreu na nossa loja temporária no litoral gaúcho, aonde fechamos uma parceria com a empresa Biota Soluções Ambiental, para compensarmos todo CO2 utilizado na loja, em forma de plantio de árvore para revitalizar a mata ciliar nas nascentes do Rio dos Sinos – RS. Essa ação social intitulada “1:1″seria o que categorizamos como “filantropia empresarial momentânea”, a qual dá uma grande visibilidade comunicacional para a empresa que a pratica? A respeito das emissões de CO2, como foi feita a mensuração da quantidade de CO2 emitido pela loja? Sempre bom lembrar que, na maioria dos estudos científicos sobre Análise do Ciclo de Vida de um produto, a maior parte das emissões de CO2 está na etapa de distribuição do produto, isto é, no transporte (muitas vezes rodoviário, com combustíveis derivados do petróleo) do mesmo – bem menos emissões ocorrem nas lojas. E aí eu pergunto: quantas árvores foram necessárias? De que espécie? A quantidade de O2 que elas emitem foi mensurada sendo equivalente a de CO2 emitida pela loja? Como é a gestão ambiental da Agreen e da Biota Soluções Ambientais? 

Nem eu, nem os leitores deste blog nem os consumidores de produtos éticos somos idiotas que deixam seus pensamentos serem guiados por qualquer aspecto comunicacional de qualquer marca que tenta se posicionar como ecobrand.

Vão em paz procurar outra mídia para comunicarem.

3 Comments leave one →
  1. 4 de April de 2012 5:07 PM

    Tenho té medo de você as vezes! Não conheço nenhuma ecobrand que consegue ser 100%, meio exagerado… Na verdade não conheço nenhuma ecobrand que avalie 100% dos aspectos, tem ser muiito roots. Para usar provavelmente também, mesmo compondo o mais tchananan dos looks. Hehe

    • 4 de April de 2012 5:31 PM

      Oi, Daniel! Fica com medo não, rs! “Cão que ladra, não morde” =)

      Eu também não conheço nenhuma marca 100% “roots”, por assim dizer. Até a Natura, que é o melhor exemplo no nosso país em termos de gestão ambiental e comunicação de parâmetros ambientais de seus produtos, faz aquelas camisetas com ecopet, que eu já cansei de questionar. Acho a Patagonia, em nível internacional, o melhor exemplo.

      O problema dessa marca Agreen é que ela – ao inserir seu nome nos comentários – ganha visibilidade na internet, às custas deste blog, que procura ser isento. Esse tipo de relacionamento de empresa com blog não é ético, é oportunista.

      Abss

      Luciana Duarte

  2. 4 de April de 2012 5:58 PM

    Boa Lu! adorei! bj

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: