Skip to content

Osklen + Rio+20

15 de June de 2012
Osklen verão 2013.

Osklen verão 2013.

LEIA ESTE POST NO NOVO MODA ÉTICA:

http://modaetica.com.br/?p=4673

Em 2010, eu concluía o curso em Design de Produto (UEMG), com uma monografia sobre a sustentabilidade na Osklen, que foi muito receptiva e cedeu muito material bacana. Um dos assuntos tratados era analisar a coleção Amazon Guardias, de 2007, que foi icônica na questão da sustentabilidade (e na época, o Oscar Metsavaht ainda havia organizado, com outros estilistas, uma exposição de vestidos sustentáveis na SPFW). Agora, cinco anos depois, a Osklen apresenta outra coleção focada em aspectos sustentáveis (e, por meio do Instituto E, lança um prêmio que reconhece personalidades ligadas à sustentabilidade). Cinco anos de hiato, em que houveram uma e outra coleção com materiais sustentáveis (os e-fabrics). Também a Conferência Rio 92 tem sua segunda edição somente 20 anos depois, a Rio+20. Até parece que o planeta pode esperar!!

Backstage do Osklen.

Backstage do Osklen.

Bem, abaixo duas falas do diretor de estilo da Osklen a respeito de sustentabilidade, disponíveis no site da Vogue:

Às vésperas da primeira edição de seu Prêmio-E, que vai reconhecer pessoas e instituições que promovem o desenvolvimento socioambiental, Oskar retomou seu trabalho com as e-fabrics, lançando no desfile um jeans eco-friendly. “É preciso muita dedicação”, disse sobre seu engajamento fashion. “Você perde muito no início do desenvolvimento, o produto é caro e de difícil acesso, pois não há demanda.”

“Você pode comprar uma it-bolsa que todo mundo deseja: ela atingiu algo novo em design, ela tem qualidades premium, ela tem o preço e status de marca de luxo. Mas o que é contemporâneo hoje em dia? A sustentabilidade. Há a mulher que escolhe uma coisa feita na China porque é mais barato e aquela que compra outra porque tem o status do luxo. Mas se uma terceira escolher uma bolsa que tem linguagem universal, design original, qualidade internacional e ela ainda for de origem sustentável… Pô, se seu olhar uma mulher como essa, vou achar ela chique, muito chique.”

One Comment leave one →
  1. 15 de June de 2012 8:42 PM

    O perfil da consumidora brasileira precisa ser o da “terceira” consumidora que ele descreveu aí… O que é culturalmente super difícil mudar esse perfil… Por isso o ponto inicial da causa tem que começar na industria/varejo e criadores… Quem tem o “poder” de mudar a opinião e o olhar das pessoas. Boto muita fé! Amo teu blog! =*

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: