Skip to content

Dica da Mônica: CONAR vai investigar post pago pela Sephora a blogs de moda

28 de August de 2012

LEIA ESTE POST NO NOVO MODA ÉTICA:

http://modaetica.com.br/?p=5175

Atenção na ciranda:

minha irmã Mônica (que estuda mídia e teatro na Alemanha – numa das 100 melhores universidades do mundo), que ficou amiga do jornalista João Varella (que trabalha na IstoÉ), que possivelmente é amigo da Blogueira Shame, da qual eu (que dou aula de Moda e Sustentabilidade na UFMG e pesquiso Moda Ética há 5 anos) sou fã de carteirinha.

Mônica e eu. Gostamos bastante do trabalho do João e da Shame. Quiçá um dia haverá foto com todos... quiçá...

Mônica e eu, em um momento “brincando de brigar”. Gostamos bastante do trabalho do João e da Shame. Quiçá um dia haverá foto com todos… quiçá…

Pois bem:

Mônica mandou uma notícia do João, que a Shame ajudou, e que todos deveriam ler em um blog que fala de moda ética. Segue na íntegra (fonte aqui).

Lala Rudge

Lala Rudge

 

Conar vai investigar post pago em ação da Sephora em blogs de moda

A suspeita é de que sugestões de compra feitas pelas blogueiras Lala Rudge, Thássia Naves e Mariah Bernardes sejam, na verdade, propaganda paga, embora não identificadas dessa maneira.

Por João Varella

 Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) vai investigar se a loja de cosméticos francesa Sephora e três blogs de moda desrespeitaram as regras da entidade, que exige que uma ação publicitária seja claramente identificada. A suspeita é de que sugestões de compra feitas pelas blogueiras Lala Rudge, Thássia Naves e Mariah Bernardes (sendo esta última filiada à rede FHits, da empresária Alice Ferraz) sejam, na verdade, propaganda paga, embora não identificadas dessa maneira.

As três postaram em seus respectivos blogs, no mês passado, elogios a produtos da marca YSL – representada no Brasil pela Sephora -, como delineador e máscara. O Conar afirma, porém, que o material coletado vai além dos textos publicados nos canais das blogueiras. A averiguação também leva em conta a publicação de fotos na rede social Instagram.

Thássia Naves

Thássia Naves

Os processos relativos a esses blogs, que estão registrados com a numeração 221, 222 e 223, foram abertos em 21 de agosto. Eles têm o mesmo relator, que é um dos 180 membros do conselho do Conar. A entidade não quis divulgar o nome do relator, embora todas as partes envolvidas recebam essa informação no momento em que ocorre a notificação do processo. Segundo o Conar, as partes já foram comunicadas.

Em caso de condenação, o conselho pode solicitar o fim ou a alteração da campanha. A decisão pode servir de embasamento para algum processo jurídico posterior. As decisões da entidade costumam ser seguidas pelo mercado publicitário.

A Sephora abriu uma loja da marca no Brasil no mês passado, no shopping JK Iguatemi, de São Paulo.

A DINHEIROentrou em contato com as três blogueiras e com a assessoria de imprensa da Sephora, mas ainda não recebeu retorno em relação aos pedidos de entrevista ou posicionamentos sobre o assunto.

Mariah Bernardes

Mariah Bernardes

Memória

O processo lembra o recente caso Perdi Meu Amor na Balada, ação de marketing da Nokia que também sofre processo no Conar por não ter sido claramente sinalizada como publicidade. O Conar deve julgar o caso no mês que vem.

 

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: