Skip to content

Renda de bilro em Raposa-MA

4 de September de 2012
Raposa, no Maranhão, reúne pescadores e rendeiras, muitos vindos do seco sertão cearense em busca de uma vida melhor.

Raposa-MA, reúne pescadores e rendeiras, muitos vindos do seco sertão cearense em busca de uma vida melhor.

LEIA ESTE POST NO NOVO MODA ÉTICA:

http://modaetica.com.br/?p=5051

Em Raposa, no Maranhão, uma das coisas que observei foi a renda de bilro. Pedi para algumas artesãs tecerem a renda na minha frente, para eu poder ouvir o barulho ritmado dos bilros. A renda tem uma música própria. Pelo som, dá para saber se está tecendo certo ou não.

Moda de rendas em Raposa. Os homens tecem redes, as mulheres tecem roupas.

Moda de rendas em Raposa. Os homens tecem redes, as mulheres tecem roupas.

Todo o "sistema da renda de bilro" é feito de materiais reciclados ou naturais. A superfície que tem a marcação para os pontos da renda é feita de embalagem tetrapak (das caixas de leite e suco). O enchimento interno é feito de folha de bananeira seca. Os alfinetes são espinhos de mandacaru. O saco e as linhas da renda são de algodão. A "bolinha" do bilro é semente de tucum maduro.

Todo o “sistema da renda de bilro” é feito de materiais reciclados ou naturais. A superfície que tem a marcação para os pontos da renda é feita de embalagem tetrapak (das caixas de leite e suco). O enchimento interno é feito de folha de bananeira seca. Os alfinetes são espinhos de mandacaru. O saco e as linhas da renda são de algodão. A “bolinha”, isto é, o bilro propriamente, é semente de tucum maduro.

Tucum: espinhos de mandacaru usados como alfinetes naturais. "Homem é que nem tucum: quando é novo, é peludo; quando é velho, fica sem pelo."

Espinhos de mandacaru usados como alfinetes naturais. “Homem é que nem espinho de mandacaru: quando é novo, é peludo; quando é velho, fica sem pelo.” (Aí minha mão com os espinhos e uma pulseirinha de renda de bilro no pulso).

Tudo isso me foi explicado por artesãs muito queridas, que inclusive me presentearam com um livro sobre seus trabalhos, do qual extraio os próximos parágrafos:

O que é renda de bilro?

A renda de bilro, também denominada renda de almofada, utiliza-se da técnica artesanal que consiste em tecer os fios com pequenas bobinas feitas de semente (coco) da palmeira de tucum, com haste de madeira ou bambu, tendo como base moldes de papel ou papelão fixados numa almofada cilíndrica, onde, a partir de perfurações com alfinetes ou espinhos em sua superfície, são desenhados os motivos e pontos que darão forma ao produto final (p. 21).

Vitrine de modas, rendas e redes.

Vitrine de modas, rendas e redes.

Relação com designers instruídos pelo Sebrae e relação com a concorrência do Ceará

Eu nunca pensei em fazer peixe como motivo… era só a mesmice. Tudo que tinha aqui tinha lá! (no corredor da renda onde as rendas cearenses são vendidas). Porque vem do Ceará, nós achamos bonito, então vamos copiar aquilo ali! Nós mesmo não criava nada. Hoje não. Eles é que tem olho grande em cima do que nós estamos criando pra eles imitarem lá. Foram criadas aqui umas camisetas de camarão, que os lojistas vinham era pra essa janela aqui! Deus sabe que eu num tô mentindo! Pra olhar e botar dinheiro, saber quanto é que a gente queria em uma, só que era pra eles poder fazer a cópia. Então, já é alguma coisa né? É um diferencial (p. 21).

Loja de rendas e redes.

Loja de rendas e redes.

Livro: Raposa de redes e rendas

Autora: Flávia Cerveira Tavares

Demais dados: Rio de Janeiro: IPHAN, CNFCP, 2011. ISSN 1414-3755. Catálogo de exposição de rendas.

Eu aí em mares maranhenses, vestindo camiseta de algodão orgânico da Zara e com uma ecobag com estampa dos jardins de Inhotim.

Eu aí em mares maranhenses, vestindo camiseta de algodão orgânico da Zara e com uma ecobag com estampa dos jardins de Inhotim. E, claro, sem pentear os cabelos. Eu chamo esse estilo de… “férias”.

Fachada de loja do corredor das rendas em Raposa.

Fachada de loja do corredor das rendas em Raposa.

Mares maranhenses.

Mares raposenses, maranhenses.

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: