Skip to content

Diário de bordo: mudanças e novos projetos!

12 de September de 2012
Dando um passo maior que a perna e no abismo.

Dando um passo maior que a perna e no abismo.

LEIA ESTE POST NO NOVO MODA ÉTICA:

http://modaetica.com.br/?p=5272

Pois bem.

O blog tem hoje mais de 1000 visitas por dia, de todo o Brasil e especialmente da Europa. Ao todo, mais de 257 mil visitantes já passaram por aqui e visualizaram alguns dos quase 500 posts (com este, são 498).

São uns números graúdos e que reforçam o compromisso que tenho em informá-los (e vez e outra, diverti-los com uma prosa mais solta, como esta).

Por isso devo avisar: nos próximos dias, provavelmente não teremos posts.

To mudando de apto (finalmente morando sozinha) nesta quarta-feira. Ficar uns dias sem geladeira, fogão, internet – tipo acampar, mas na selva de pedra. – To the jungle… welcome… welcome to the jungle… já dizia o filósofo.

Rumo à selva de pedra!

Rumo à selva de pedra!

Também to preparando uma cadeira para a IV Bienal de Design; fui convidada para fazer uma intervenção artística em uma mostra (“1 pessoa 10 cadeiras”) que vai rolar no evento. Já antecipo que a minha cadeira – como reza o meu carteado – terá muitos resíduos têxteis e se trata de uma contestação de nossos sistemas produtivos.

Diversidade Brasileira: tema da IV Bienal de Design.

Diversidade Brasileira: tema da IV Bienal de Design.

Ontem recebi uma ligação feliz do pessoal do Instituto Médico Legal de Belo Horizonte, pois um projeto no qual participei (com desenhos de faces frias, pra ajudar a Polícia Civil e a sociedade a encontrarem pessoas desaparecidas) tirou o 1º lugar no Prêmio Nacional de Gestão Pública Eficaz. Parabéns, IML!

E bem, como não só de boas novas vive o homem, a notícia que se tem do vale da sombra da morte é que a minha dissertação de mestrado vai manca de ambas as pernas e vou dar um gás nisso até o final de setembro – ou um pescoço vai rolar na guilhotina da engenharia da UFMG… Recebi duras críticas de que não tenho competência, que meu trabalho era uma grande apostila, um trabalho de conclusão de curso expandido e bem, para resumir a ópera, tenho que reescrever 107 páginas em 15 dias. Mas é: se não fosse difícil, não tinha graça.

Maiores as ambições, maiores as responsabilidades… É hora de morfar e de crescer.

Vou dar um jeito na vida e logo volto. Don’t cry for me, Argentina!

Evita Perón: no mais, só resta dançar um tango argentino.

Evita Perón: no mais, só resta dançar um tango argentino.

– Ok, agora podemos voltar a ser sérios e profissionais. Que a greve acabou e eu volto a dar aula de Moda e Sustentabilidade na UFMG semana que vem. Hasta!

2 Comments leave one →
  1. Denise permalink
    12 de September de 2012 9:48 AM

    Boa sorte Luciana! Em relação à dissertação de mestrado tb passei por situação semelhante…sei como é! Boa sorte e sucesso! Seu blog é sensacional! Hasta!

  2. Fabianna permalink
    12 de September de 2012 2:39 PM

    Adoro seu texto! Boa sorte…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: